Indo eu, Indo eu a caminho de…Viseu! ||À procura de Portugal

“Indo eu, indo eu a caminho de Viseu! Encontrei lá um Museu…Ai Jeseus que lá vou eu!”

Olá minhas Alfaces!

Como estão? Parece que o sol voltou será que veio finalmente para ficar? Ou vamos continuar com as crises existenciais dele?

O post de hoje é mais uma vez a partilha de um lugar que eu fui visitar. Inicialmente, era só para ver a exposição comemorativa dos 103 anos do Museu Nacional Grão Vasco, porém acabei por visitar também a Sé de Viseu.

A exposição tem como título “Identidades, pronomes e emoções – As Regras do Retrato”. É a primeira exposição temporária que o museu recebe e que contém explicações bilíngue (Português e Inglês).

Os visitantes vão poder observar 102 peças de arte das quais 57 constituem a coleção do próprio museu. Mas, as novidades não acabam aqui! Vai ser possível ver pinturas, esculturas e desenhos.

Algumas das obras serão mostradas pela primeira vez ao público, uma vez que vêm directamente das reservas de museus.

Pessoalmente, fiquei fascinada com o talento dos vários artistas, o realismo dos retratos (inclusive assustei-me com um…juro que a miúda do quadro estava a olhar para mim!). As esculturas completamente realistas e lindas! Cheias de pormenor!

A exposição vai estar disponível até ao dia 25 de Agosto e sabem qual é a melhor parte?! A entrada é livre!

Ao lado do museu está a Sé de Viseu. O monumento mais emblemático da cidade. Decidi então dar uma espreitadela à catedral, apesar de já ter tocado lá, sabe sempre bem relembrar, não é verdade?

O que vos posso dizer? É simplesmente lindo! O pormenor dos tectos, dos altares, é simplesmente lindo! Andei por uma sala estranha assim meia perdida, onde me senti tentada a trazer um bocadinho da parede comigo! Minhas Alfaces! Aquele azulejo era simplesmente lindo!

A calma, a paz que se sente lá dentro sabe tão bem, não fosse aquilo um local de culto! Queria ter ido ao Museu do Tesouro mas já não deu tempo porém, fica a promessa de lá voltar!

O claustro apesar de simples, é igualmente lindo e vale a pena perdermos um minutos a apreciar cada detalhe!

Para ser sincera enquanto caminhava pela catedral devo de vos dizer que me senti como se estivesse no cenário do filme “O Nome da Rosa” inspirado na obra de Umberto Eco.

Como eu vos adoro imenso deixo-vos mais umas fotografias desta vez da Sé!

Eu até podia terminar o post aqui…mas há algo que adorava partilhar com vocês! Sabem que, todos nós temos dentro de nós um pequeno Diabrete…e não me julguem…mas enquanto visitava a exposição, o meu lado mais maléfico veio ao de cima e…tive de fazer uma judiaria a algumas obras de arte! Não se preocupem não dei cabo de nada! #KeepCalm #EstáTudoControlado!

Estão preparados? #NãoAconselhadoACardíacos!

#UpsIDidItAgain!

Bem, espero que se tenham rido com estes meus disparates! #EuAvisei

Se quiserem visitar o Museu Grão Vasco podem-no fazer no seguinte horário:

– Terça-feira: 14h00-18h00;
-Quarta-feira a sábado: 10h00-13h00 | 14h00-18h00
-Domingo: 10h00-14h00 | 15h00-18h00

O preço dos bilhetes é 4,00 euros. Porém, não se esqueçam que, aos domingos até às 14 horas a entrada é gratuita!

Vemos-nos no próximo post!

Beijinhos viçosos,

A Alfacinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *